sexta-feira, 28 de novembro de 2014

talvez te encontre no destino...









Talvez te encontre no destino
desta esperança que levo ao colo
de um dia longe ou perto
saíres dos meus versos e  poemas
onde adormeço e apenas sonho
que a esse mar,quente e distante
há-de chegar este meu grito
com  o som desta dor indomável
que tanto escrevo para que não me  mate

em cada poema que crio
em cada verso explode
este sentir cruel a saudade
da presença e da beleza
do tocar doce e sensual
do olhar que envolvia
do sorriso que fazia
o amor parecer magia

Nani Carvalho









1 comentário:

  1. Pode o destino um poema ser
    Onde as palavras são gritos
    Destes meus sonhos, e ao escrever
    Sentir a saudade o amor os sorrisos

    ResponderEliminar

Onde quer que estejas...

"Queria alguém à minha espera num sítio qualquer" Esse alguém podias bem ser tu, que o sítio fosse aquele que ...