domingo, 18 de janeiro de 2015

A emoção do teu abraço...



Tive em tempos a  bênção de te ter conhecido
eras minha
podia sentir o sedutor odor do teu perfume
em todos os lugares por onde andava
era um amor cúmplice e mágico
juramos que seria para sempre
que
nem a distancia
nem a vida
nem o destino
nos separariam...
fui-me embora e percebi que morri naquele dia
esperava voltar a encontrar-te
sentia saudades e sofria
 sabia que voltaria...
Não pronunciei uma única palavra
porque desconhecia a palavra capaz de expressar o que sentia
as lágrimas caiam-me no rosto
os olhos turvos e húmidos não me deixavam olhar-te
quiseste que apenas sentisse intensamente
e no meio daquela imensidão de emoções
foi como se me tivesses abraçado...

Nani Carvalho
(Luanda 2015)



1 comentário:

  1. Nani traduzis-te de forma tão singela e pura, o que todos sentimos naquela época! Beijinho

    ResponderEliminar

Onde quer que estejas...

"Queria alguém à minha espera num sítio qualquer" Esse alguém podias bem ser tu, que o sítio fosse aquele que ...